O conteúdo deste blog está protegido por Direitos de Autor. Peça-me autorização (armando.villanova at sapo.pt), se deseja copiar.


Armando.villanova 3cavalos @ 17:41

Ter, 26/05/09

 

 

 

Eu que quis,tenho as maos vazias.

Hà saudades nas pernas e nos braços.

Há raivas feitas de cansaços  . 

Que é do sonho,à janela da infancia?

Tudo é nada,

E tudo um sonho finge ser.

Para ouvir o Vento

Valeu a pena existir.

Uma vez amei

Pensando ser amada.

Talvez nao tivesse que o ser.

Pensei que podia inventar

Com esse amor, aquilo que

nao tinha vivido(até aí).

Mas talvez nao houvesse

nada para inventar.

Como as ervas nuas

numa manha de orvalho

Fui livre.

 

 

 


Tags:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.